Pelo fim das câmaras de gás móveis

Quer fumar? Já falei, vai fumar sozinho lá no meio de um descampado sem ninguém por perto. Se está -10 ou -20 lá fora não é problema meu, que mandou querer se matar aos poucos com fumaça no pulmão?

O premiê da província de Ontário está vendo com bons olhos uma nova proposta que vai proibir o fumo dentro de carros particulares. O quê? Aí já é exagero, proibir e regular a vida dos fumantes dentro dos próprios carros, podem pensar os mais exaltados. Calma, a proibiçao vale apenas para os carros que estiverem transportando crianças. Afinal, dizem os especialistas, uma hora em um carro fechado com alguém fumando equivale ao consumo de um maço de cigarros para uma criança pequena. Tá doido, é uma verdadeira câmara de gás móvel...

Ou seja, se você tem filho, sobrinho, primo, neto, etc menor de 16 anos e ele estiver no carro contigo, nada de cigarro (e imagino, cachimbo, charuto e afins). A proposta de lei ainda não foi votada e o premiê não disse com todas as letras que era favorável à proibição, por não querer se meter em assuntos relacionados à vida pessoal de cada um. Mas como as crianças dos fumantes normalmente não têm como escapar de serem defumados no carro dos adultos irresponsáveis, ele já acena com apoio ao debate em torno da medida.

O argumento de que o carro é um local particular e privado, onde cada um pode fazer o que bem entende não cola pra mim. Afinal, se fosse assim a pessoa podia deixar de usar o cinto de segurança e dizer que o carro era dela e ela fazia o que bem quisesse em seu interior.

E você, o que acha? Vale mais o direito à privacidade e escolha de cada um (se é que isso se aplica aqui) ou a saúde dos pimpolhos?

Marcadores: , , , , , , ,

2 Comments:

At 5:17 AM, Blogger Carol, Ênio e Leila said...

Eu parei de fumar quando a minha filha nasceu e foi, exatamente, por saber que a minha escolha limitava a escolha dela. E coitada não tinha como se proteger da minha fumaça. Hoje, dentro da minha casa ninguém pode fumar, muito menos no meu carro.

Carol

 
At 7:49 AM, Anonymous Alvaro said...

Carol, você é um ótimo exemplo de que o governo não deve se meter nas nossas vidas. Você fez a sua própria escolha, sem precisar de nenhuma lei para tanto.

Essa nova proposta de lei proibindo o fumo é igual a lei que obriga o uso do cinto, portanto não podemos nos basear em uma lei que fere a privacidade para aprovar uma outra que vai mais a fundo.

Cada um que decida o que é melhor para si, porque o governo sempre tem que tomar conta de todos como se ninguém soubesse viver a sua própria vida?

PS.: não suporto cigarro e sempre uso cinto, antes de mais nada por opção própria, e não por causa de leis...

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home