Cidade violenta?

Tudo é relativo. Em comparação ao resto do Canadá, Toronto é uma cidade muito violenta. Mas se compararmos com outras metrópoles de tamanho equivalente no resto do mundo, veremos que não é tão violenta assim.

Pois vejamos. O recorde de assassinatos na cidade é de 89 homicídios em um ano, no distante 1991. Este ano se aproxima perigosamente da marca, com 80 já registrados em 2007 (o ano está acabando, mas a marca pode ser alcançada). Antes que você se desespere e ache que está em pleno tiroteio perto de uma favela carioca (ou sendo seqüestrado em São Paulo, Brasília, Belo Horizonte ou qualquer outra grande cidade brasileira, pra não me chamarem de preconceituoso com a cidade maravilhosa), pense um pouco no que isso representa. Não chega a dois assassinatos por semana, em toda a cidade. Se esse número fosse registrado em uma das maiores cidades brasileiras, seria motivo de preocupação? Ou de festa?

A polícia daqui, claro, anda muito preocupada com os níveis de violência. Mas tenta tranqüilizar a população dizendo que a maioria das vítimas vivia de forma perigosa, envolvida com gangues, tráfico, mexia com armas, etc. De fato, a maioria dos incidentes se concentra em certas áreas menos nobres da cidade, notórias pela violência, pobreza, falta de oportunidades e descaso das autoridades.

Mas vez ou outra sobra pra alguém como a adolescente morta em pleno centro de Toronto na época do Natal há dois anos atrás. Sem envolvimento nenhum com o crime, em local super movimentado e aparentemente seguro, ela estava apenas no lugar errado e na hora errada. A polícia devia lembrar mais da estória dela e não achar que o crime e os assassinatos são setorizados e contidos apenas entre criminosos. Os criminosos têm que morar em algum lugar, e nem todos seus vizinhos são criminosos também. Sempre sobra pra um inocente.

Mesmo sem os níveis de violência do Brasil, Toronto precisa se esforçar para continuar apresentando os níveis de violência (ou tranqüilidade) do Canadá.

Marcadores: , , , , ,

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home