Gasolina em falta

Há umas duas semanas, um incêndio paralisou a fabricação de gasolina em uma refinaria perto de Toronto. Essa refinaria abastecia os postos da Esso e outros da cidade. Rapidamente os estoques nesses postos acabaram, e os motoristas passaram a procurar postos de outras redes. Como nada acontece de forma isolada, ao mesmo tempo os maquinistas de trens - que são um meio popular de transportar combustível entre diferentes regiões do país - entraram em greve, e o transporte do combustível produzido em outras regiões também ficou afetado. Em pouco tempo as outras redes de postos também não davam conta de suprir a demanda, e passaram a fechar as bombas por total falta de combustível. Claro, uma conseqüência direta desse aumento da demanda e redução da oferta foi o aumento dos preços, que passaram de cerca de 80 centavos por litro no começo de fevereiro para quase um dólar.

A refinaria já voltou a produzir gasolina, os trens já voltaram a funcionar mas a confusão ainda vai levar uns 10 dias pra se resolver. Enquanto isso os preços devem continuar lá em cima, e alguns postos continuarão fechados ou racionando combustível, com limites máximos de consumo por pessoa (carro).

Como tudo sempre pode piorar, a mistura de neve, gelo, freezing rain e chuva que caiu ontem na área metropolitana de Toronto deixou muita gente presa em engarrafamentos por horas. Longe de ser a situação ideal quando há pouca gasolina no tanque - e nos postos. Um final de mês realmente inesquecível pra muita gente.

Marcadores: , , , , ,

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home