Vale-presente

Final de ano no Brasil era sempre a mesma coisa, seja em casa, na escola ou, depois, no trabalho. Alguém dá a idéia, os outros gostam e aceitam e em pouco tempo organiza-se um famoso 'amigo oculto'. Uma bela saída para quem gosta de comemorar a data dando - e recebendo - presentes e não tem $tempo$ para comprar um presente para todo mundo. Aqui no Canadá também existe a prática do 'Secret Santa' ou 'secret friend.'

Discos, livros, roupas, tudo isso é muito adequado para essas ocasiões, pois existem em grande variedade e acabam por agradar a - quase - todo mundo. Porém, como escolher um presente para aquele primo de sétimo grau que se mudou pra cidade na semana passada e foi convidado pra festa por educação, mas que ninguém tem a menor idéia de quem ou como seja? Ou ao chefe que nunca fala direito com ninguém e não dá pistas sobre suas supostas preferências pessoais em termos de livros ou música?

Não se desesperem. Seus problemas acabaram! Dê um vale-presente de uma loja onde tenha basicamente de tudo, que o presenteado pode ir lá por conta própria e escolher uma coisa que realmente deseja. Bom para quem ganha, melhor para quem dá, que não precisa quebrar a cabeça para achar um presente que no final ainda teria tudo para desagradar o presenteado. Claro que o vale-presente não é uma solução muito adequada se a pessoa que vai recebê-lo for alguém próximo, um amigo, irmão ou cônjuge - aliás, ex-cônjuge em breve, se continuar assim. Mas para alguém desconhecido em uma festa de confraternização, ele se torna o presente perfeito.

Parece que os comerciantes locais notaram isso - claro - e no ano passado nada menos que 82% das maiores lojas do Canadá colocaram vales-presentes à disposição de seus clientes, segundo um estudo do IBGE canadense, a Statistics Canada. Como resultado, venderam quase o dobro, em média, daqueles que não quiseram dar mais essa opção de produto aos seus clientes. Segundo o estudo, os principais compradores foram aqueles que não têm tempo ou não sabem o que dar para seus conhecidos. E as pessoas que receberam usaram esses vales não só para comprar produtos no valor dos mesmos, mas também para complementar a compra de produtos mais caros que talvez não tivessem comprado sem a "ajudinha". E assim roda a economia.

- Saiba mais sobre esse relatório no site da Statistics Canada.

1 Comments:

At 6:23 AM, Blogger Carol, Ênio e Leila said...

No Brasil o vale presente já é bem popular. Tem até de supermercado. rs Mas eu não gosto muito de dar, fica parecendo que eu não quis pensar no presente.

Carol

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home