Pirâmide do bem

Lembra daqueles emails mirabolantes que prometem te deixar rico se você mandar um real pra algumas pessoas, que vão passar um real pra outras e no fim da corrente você ganha aquilo que gastou multiplicado por mil de outras pessoas que aderiram ao esquema depois? Tá mais que provado que não dá certo, era um dos primeiros spams de que se tem notícia, existindo mesmo antes da invenção da Internet.

O outro dia um amigo meu me deu um toque de um esquema semelhante. Mas não é pra ficar rico, e sim para ajudar os outros. E talvez por causa disso possa até funcionar. É mais ou menos assim: deixe de tomar um cafezinho na rua um dia por semana. Se não toma café, deixe de comprar um lanche, um chocolatinho, um salgadinho qualquer ou outra besteira que às vezes compramos sem nem nos darmos conta direito. Calculando por baixo aqui no caso do Canadá, um café na rua sai por uns $1,50. Não vai ser a falta de um café por semana que vai te matar, meu chapa.

Não ceda a tentação de gastar esse dinheiro que você conseguir economizar. Separe ele em alguma gaveta e não tire ele de lá por nada. Se você fizer isso uma vez por semana, ao final do ano vai ter $78. Nada mal, hein?

Pois é, depois do fim do ano, ou na época de Natal, pegue esse dinheiro e dê pra alguém que precisa mais que você. Se não quiser dar pra alguém em específico, escolha uma daquelas instituições que mencionei em outro post há pouco (no Canadá) ou doe pra alguma organização no Brasil. Conte pra seus amigos e colegas e tente convencê-los a fazer o mesmo. Às vezes nem precisa ser pra conhecido. Se tiver um blog, como este aqui, coloque a idéia por lá e veja se alguém gosta dela. Se pelo menos duas pessoas aderirem à ideia, você já vai ter $234 ao fim do ano. Ulha!

E isso levando-se em conta só um café por semana. Se você gosta de sair, tente tomar uma cervejinha a menos durante o happy hour e coloque essa economia na gaveta também. Se bobear, bebendo menos voce ainda vai economizar um dinheiro do Engov, que também pode ir pra gaveta. E por aí vai. Não precisa ser nada radical, só uma economia de nada que pra você de repente não faz tanta diferença, mas que somando todo mundo pode dar um dinheirão.

Eu comecei minha gaveta no começo do ano e já tou com 15 pilas. Assim, sem muito esforço. Além do meu colega que me deu o toque, outras quatro pessoas lá do trabalho também aderiram, e já têm uns $10 em média (ou seja, não é nada não é nada já são quase uns 80 dólares entre seis pessoas, em menos de um mês). Se mantivermos a média chegaremos ao fim de 2008 com quase mil dólares. Beleza pura.

E aí, vamos tentar? Se alguém gostou da idéia e resolver aderir, dá um toque aí nos comentários.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home