Casas de papel?

Claro que não chega a tanto, mas às vezes acho que o pessoal aqui mora em casas de papel. No máximo de madeira e palha, como aquelas da estória dos três porquinhos. Tudo por causa do estilo diferente das construções aqui, onde as paredes precisam ser "ocas" para que o material isolante térmico possa ser colocado por dentro, impedindo assim que o calor dos aquecedores seja perdido para o exterior no inverno. As casas do Brasil, de concreto, tijolo e cimento, simplesmente seriam muito frias para aguentar os meses com temperaturas negativas por aqui.

Os modelos das casas funcionam perfeitamente para o clima daqui. Na verdade, já senti muito mais frio no Brasil, com 8 ou 10 graus acima de zero, do que aqui com -20C. Afinal, quando vou tomar banho aqui estou no calorzinho da minha casa seja lá a época do ano que for. Geralmente em torno dos 20 graus, com água quente bem mais eficiente que a proporcionada pelos chuveiros elétricos que tinha em casa no Brasil. Na hora de dormir, a mesma coisa. Se não chega a ser quente durante o inverno - precisamos sempre de um cobertorzinho -, também não é tão frio quanto algumas noites no Brasil (dentro do quarto, claro).

Como decorrência do material usado nas casas daqui, todas as construções prestam atenção especial às medidas de segurança, principalmente no que diz respeito a medidas contra incêndio. Os materiais usados em geral no isolamento das casas são bastante inflamáveis, e um incêndio normalmente não deixa pedra sobre pedra em uma casa, mesmo porque elas são feitas de madeira e plástico. Em fotos de casas incendiadas é comum ver somente a estrututra da chaminé em pé depois do fogo devastar o restante da casa.

Como não é possível impedir totalmente a ocorrência de incêndios, pelo menos as autoridades tentam minimizar as perdas de vidas. E, por isso, estipulam uma série de regras que devem ser sempre seguidas por casas ou prédios. Uma delas diz respeito aos alarmes de incêndio, sempre presentes no interior das construções desta terra. Em apartamentos é comum ter um alarme para fumaça e outro para o calor. Dependendo da duração e condições nas quais o alarme for acionado, o quartel mais próximo do Corpo de Bombeiros é avisado, e prontamente chegam os caminhões e bombeiros com toda sua parafernália para conferir o que aconteceu. Felizmente, em grande parte dos casos o alarme é falso, provocado por alguma coisa que queimou na cozinha.

Tive um amigo que morava em um apartamento com alarme super sensível, que chegava a tocar quando ele fazia uma simples torrada na torradeira (e sequer queimava a torrada ou via qualquer fumaça aparente saindo do aparelho). Cuidado, portanto, na hora de fazer sua próxima macarronada ou bife na chapa. Afinal, você não vai querer pagar o mico de ter um bombeiro abrindo sua porta apenas para ver o que você fez para o jantar, não?

3 Comments:

At 4:20 PM, Anonymous Manu said...

Olá! Gostei mto do seu blog, seus posts são super interessantes!
Voltarei mais vezes.
Abraço,
Manu
www.tdbien.blogger.com.br

 
At 8:58 AM, Blogger Fabi said...

Eu tenho a mesma sensacao sobre o frio... por mais que aqui seja mais frio do que SP, eu nao sinto 1/3 do frio que eu sentia la!!!!! Nao tem nada melhor do que ficar em casa sem passar frio!!!!Bjokas

 
At 2:32 PM, Blogger CarloAmorusso said...

Manu: Obrigado. Espero que voce volte sim. Depois farei tambem uma visita ao seu espaco na Web.

Fabi: Com certeza! Sem aquecimento interno aqui simplesmente nao daria. Um conhecido meu teve um problema com aquecimento em sua casa ha alguns anos e os canos simplesmente estouraram, ja que sem o aquecimento normal a agua que estava nos canos congelou.

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home