Contrato de alto risco

Como já tinha comentado com vocês, gosto bastante de assistir as partidas da Liga Norte-Americana de Hóquei no Gelo, a NHL. Esta semana, a maioria dos times volta a reunir-se para fazer a pré-temporada, com vistas ao campeonato que começa em outubro e vai até junho. No ano passado, o campeão foi o Carolina Hurricanes, que na final derrotou o time canadense do Edmonton Oilers.

Mas a notícia que balançou o pessoal da liga esta semana foi a decisão de o New York Islanders de assinar um contrato de 15 anos com seu goleiro, Rick DiPietro, no valor total de US$ 67,5 milhões. Isso mesmo, não errei nem no número de anos nem no valor total do salário. Em um esporte onde a maioria dos contratos é feita por 2 ou 3 anos, e o teto fica em torno de US$ 7,5 milhões por ano, o negócio dos Islanders surpreende.

DiPietro vai receber uma média de US$ 4,5 milhões por ano, o que pode ser considerado um belíssimo negócio se ele se tornar um dos melhores goleiros da liga. Afinal, o goleiro mais bem pago atualmente recebe US$ 6,5 milhões por ano. Mas o problema é que o goleiro tem seu contrato garantido pelos 15 anos, mesmo que se machuque e fique um ano inteiro parado ou seja forçado a se aposentar por causa de uma contusão mais séria. O único jeito de não receber a bolada é se decidir se aposentar por alguma outra razão.

Fica a expectativa para vermos se quem terá razão: a direção dos Islanders ou os 29 outros times que acham que o pessoal de Long Island ficou simplesmente maluco.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home