Eleição para senador

Na hora de escolher seu candidato você precisa se preocupar com seu deputado, vereador, governador, presidente, etc, não? Bom, pelo menos no Canadá não é preciso se preocupar com tanta coisa assim. Nas eleições federais você escolhe o representante na Câmara baixa do parlamento, que seria como a Câmara dos Deputados no Brasil mas com o nome aqui de Câmara dos Comuns. Com base no número de representantes de cada partido na Câmara dos Comuns (de um total de 308), escolhem o primeiro-ministro (o líder do partido que ganhou as eleições).

Mas o parlamento canadense também tem sua câmara alta, chamada por aqui - assim como no Brasil - de Senado. Os 105 membros não são eleitos, mas sim nomeados pelo governador-geral (representante da rainha) sob indicação do primeiro-ministro. E novas nomeações só podem ser feitas quando abre uma vaga. Antigamente os cargos eram vitalícios, mas atualmente os senadores são obrigados a se aposentar aos 75 anos. Quem é nomeado jovem fica literalmente décadas no cargo. O senador Michael Fortier, por exemplo, foi nominado em fevereiro deste ano e está com sua aposentadoria marcada - se não mudarem as leis - para 10 de janeiro de 2037. Afinal, ele está atualmente com 44 anos, e só completa 75 daqui a 30 anos e meio.

O atual primeiro-ministro Stephen Harper quer mudar isso. Segundo declarações dadas recentemente à imprensa local, ele quer que o Senado passe a ser eleito pela população também, o que faria com que os cargos durassem o mesmo período que o dos demais membros do parlamento. A idéia pode até ser boa, mas não caiu muito bem para Harper o fato de o Senado atual ter cerca de 60% de seus membros ligados ao Partido Liberal, opositor do atual governo conservador.

Os senadores, claro, já disseram ser contrários à medida. Harper diz que não está nem aí e vai aprová-la em tempo para as próximas eleições, seja lá quando forem (no Canadá não há um período fixo entre eleições, que acontecem sempre que o primeiro-ministro orienta a dissolução do parlamento e realização de novo pleito). Essa estória ainda vai dar pano pra manga.

Para saber mais sobre o Parlamento canadense, vale uma visita até seu site oficial.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home