Maratona(s)


A maratona de Toronto aconteceu ontem no centro da cidade. Quer dizer, uma das maratonas de Toronto aconteceu neste fim de semana. A Scotiabank Waterfront Marathon, tradicional corrida que acontece há 20 anos e percorre ruas perto das margens do lago Ontario, no sentido leste-oeste passando pelo centro da cidade e se deslocando até alguns bairros um pouco mais distantes. Daqui a 20 dias é a vez da Goodlife Fitness Toronto Marathon, que tem um trajeto mais norte-sul, passando principalmente pela famosa Yonge Street. Esta maratona é mais antiga, com 33 anos.

Apesar de nunca ter corrido uma maratona, gosto de dar minhas corridinhas umas três vezes por semana. Corro uns 5 km, só pra me manter um pouco em forma. Talvez por isso mesmo, dou um valor especial a quem consegue correr os pouco mais de 42 km (42.195 metros). É uma sensação muito boa, mesmo para quem está assistindo, compartilhar daquele momento de alegria e superação de atletas profissionais e amadores - principalmente os amadores. Aquela chegada representa o resultado alcançado depois de meses de treinamento, muitas vezes solitário, onde chegar ao fim representa a vitória. Não interessa que o queniano ou etíope completou o percurso em duas horas e pouquinho. Se você chega ao fim em quatro ou cinco horas, você também venceu seus próprios limites.

Além de ser um evento que estimula o bem-estar e a saúde, as maratonas - pelo menos essas daqui de Toronto - ainda ajudam hospitais ou outras organizações assistenciais. Em alguns casos, corredores são estimulados a arrecadar dinheiro por conta própria. Em outros, os recursos provenientes da inscrição é que são revertidos para causas sociais.

Por tudo isso é que entristece ver a reação de certas pessoas - preocupadas apenas com seu umbigo e com a inconveniência e o atraso que o fechamento de algumas ruas pela maratona pode causar - reclamando da corrida. Ainda mais no caso de Toronto, reclamam que a cidade tem duas maratonas que 'atrapalham' a vida do cidadão. Ora, vão catar coquinho. Concordo que as maratonas talvez sejam muito próximas uma da outra - e por isso a cidade resolveu que a Goodlife Marathon no ano que vem será na primavera e não no outono -, mas o fato de a cidade poder sediar duas corridas de nível internacional não deve nunca ser encarada como um fardo, mas sim como um privilégio!

Duas vezes ao ano corredores de todo o mundo visitam a cidade, que faz parte do mapa mundial entre corredores de rua. Duas vezes a própria população tem acesso a uma corrida desse nível, sem precisar sair de sua cidade. Duas vezes o próprio turismo da cidade pode ganhar com as visitas de outros países e regiões do Canadá.

São eventos e oportunidades assim que fazem de Toronto uma cidade especial. Se você tem raiva de quem corre e é saudável, se não aguenta pegar um desvio ou ficar mais alguns minutos sentando o traseiro no assento do seu carro, se odeia eventos especiais que quebram sua rotina - mesmo que num domingo de manhã -, então recomendo que se mude para o subúrbio. Ou para uma cidade do interior. Lá ninguém vai atrapalhar seu sossego e você vai poder dirigir tranqüilo pelo centro da cidade o quanto quiser, no dia que for.

Marcadores: , ,

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home