Seu Jorge am Toronto

Ontem teve show do 'Seu Jorge' em Toronto. Ambiente legal, muita gente - em grande parte brasileiros mas muitos canadenses interessados em conhecer um pouco mais da música brasileira atual - e som bacana movimentaram a noite no Phoenix Concert Theatre, perto do centro de Toronto. Gostei do espetáculo, mas com algumas ressalvas.

Primeiro, o atraso. O show estava marcado para as oito da noite mas só foi começar lá pelas nove e meia. Nada de mais para os padrões brasileiros, é verdade, mas em se tratando de Canadá é muito. Ainda mais porque foi numa noite de segunda-feira - feriado é verdade - com dia de trabalho normal na terça. A pessoa acostumada com os padrões daqui que comprou o ingresso achando que era um programa de oito às dez da noite, se viu às onze e meia ainda curtindo o show mas preocupada com o dia seguinte. De repente só estou ficando velho, mas uma coisa é sair no Brasil já sabendo que isso vai acontecer (e com isso deixar pra chegar atrasado) e outra é se acostumar com shows pontuais por aqui e ficar mofando em pé - era uma pista de dança sem cadeiras - por hora e meia esperando o show começar.

Segundo, os sucessos ficaram por último. 'Seu Jorge' tem vários sucessos e outras músicas nem tanto, um pouco mais psicodélicas, talvez mais novas em seu repertório. É normal que um artista tente promover músicas novas em seus shows ao vivo, mas na apresentação de ontem ficou parecendo que a primeira parte do show foi quase que exclusiva de novas composições e os maiores sucessos ficaram só pro final, depois do bis. Detalhe, foram só trechos destas músicas, cantadas em solo sem a banda de apoio que fez parte do primeiro tempo do show. Talvez uma mescla maior de músicas novas e velhas durante todo o show tivesse ajudado mais no ritmo. Sei lá, só minha opinião.

Finalmente, e desta vez a culpa não foi dele, coitado, o metrô ainda estava com problema no final da noite com parte da linha interrompida e ônibus tentando quase que inutilmente dar conta do recado para transportar os passageiros do metrô. Resultado: a viagem de volta pra casa, ao invés de levar 40 minutos levou hora e meia. Difícil acordar hoje cedo, hehe.

Pelo que escrevi podem até pensar que me arrependi de ter ido ao show. Acho que não. No fim das contas valeu a pena. Mas não é por isso que não vou apontar os problemas e o que acho que poderia ter sido melhor.

Marcadores: , , , ,

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home