Se alguém roubar sua loja, fique quieto

Tem coisa que parece que saiu direto de um filme de Hollywood. No último sábado, o dono de uma loja no bairro de Chinatown aqui em Toronto saiu correndo atrás de um homem depois de identificá-lo como o ladrão que havia roubado cerca de $60 em plantas de sua loja na manhã daquele dia. Segundo o lojista, o homem estava em uma bicicleta e levou as plantas, que estavam expostas do lado de fora da loja. Ao confrontar o mesmo homem mais tarde no mesmo dia, o dono da loja e mais dois empregados se viram em meio a uma perseguição a pé atrás do suspeito, que largou sua bicicleta e também saiu correndo. O ladrão foi alcançado, e depois de uma pequena briga, rendido e amarrado pelas mãos e pés. O dono da loja então colocou o homem em uma van e chamou a polícia. Quando a polícia chegou, prendeu não apenas o suposto ladrão, como também o vendedor e seus empregados, sob acusação de agressão e seqüestro. E o que é pior: o suposto ladrão foi solto ao pagar uma fiança de $1000. O dono da loja? Solto depois de pagar fiança de $7500. Não é à toa que outros lojistas da região e consumidores estão revoltados com a polícia e com o tratamento dado pela justiça ao caso até aqui. Afinal, se a polícia não está presente para evitar coisas desse tipo, será que os vendedores não podem fazer nada a não ser ficar chorando suas pitangas? O vendedor não matou, atirou ou fez justiça com as próprias mãos como um vigilante dos filmes americanos, apenas imobilizou o suposto ladrão como pode e CHAMOU a polícia para lidar com o caso. Depois não apenas pagou uma multa muito maior que a do suposto ladrão, como teve que aguentar ameaças vindas do filho deste, que apareceu na mesma loja ontem, reclamando que o pai apanhou (tadinho, ele só estava roubando, precisava bater nele?). Mais detalhes desta inacreditável história no Toronto Star de hoje.

Marcadores: , , ,

3 Comments:

At 9:29 AM, Blogger Paulo Mello said...

Isso é que é levar os direitos humanos à sério. Será que se o lojista tivesse apenas tirado uma foto do meliante e levado pra polícia o caso seria resolvido?

 
At 12:09 AM, Blogger Familia 4M said...

Oi, eu estava lá no dia que a CTV e a OMINI estavam entrevistando o lojista, mas não sabia do que se tratava, e quando perguntei me contaram esta história e eu não acreditei, achei que tinha entendido errado, e no fim foi verdade...como pode né?

 
At 6:33 AM, Blogger fejas said...

Realmente, assustador. Obrigado pelos comentários.

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home