Um pouco de esporte

Quem não mora no Canadá pode talvez não entender o fascínio de muitos por aqui pelo hóquei no gelo, aquele esporte onde atletas com físico avantajado trombam uns nos outros atrás de um pequeno disco de borracha vulcanizada deslizando em alta velocidade por um rinque de patinação. Mas, se você já mora aqui ou pensa em morar aqui um dia, recomendo tentar aprender um pouco mais sobre o esporte para entender um pouco sobre este lado importante da cultura local. Afinal, mesmo alguns brasileiros que nunca vieram pra cá podem ter visto - e se emocionado - com a recente vitória canadense na modalidade durante os Jogos Olímpicos de Inverno deste ano. Pra quem acompanha o esporte, a vitória teve sabor ainda melhor.

Hoje começa mais uma temporada do hóquei no gelo da NHL, que reúne os principais times dos EUA e Canadá. Como já vem acontecendo há alguns anos, um jogo abre a temporada especialmente na Europa - para atrair mais atenção por parte dos torcedores de lá. Enquanto a seleção de Mano Menezes estiver enfrentando o Irã (jogão!?), Carolina Hurricanes e Minnesota vão jogar em Helsinque, na Finlândia. De noite, mais quatro jogos, esta vez em território norte-americano mesmo.

Os destaques para o Canadá são os dois clássicos entre times daqui. O Montreal Canadiens, que surpreendeu muita gente ao chegar à final da Conferência Leste na temporada passada, vem a Toronto jogar contra os sempre esperançosos Maple Leafs - que não ganham um título desde 1967 e não vão sequer pros playoffs desde 2004. Depois o Calgary Flames e o Edmonton Oilers fazem a sempre disputada "Batalha de Alberta".

Os finalistas do torneio na temporada passada, o campeão Chicago Blackhawks e o vice Philadelphia Flyers, também estão no gelo esta noite. Os Flyers vão a Pittsburgh enfrentar os campeões de 2008-09 Pittsburgh Penguins no clássico da Pensilvânia, enquanto o Chicago se desloca pra Denver pra pegar o Colorado Avalanche.

Finalmente, no beisebol, um ex-ídolo do Toronto Blue Jays fez história ontem. Doc Halladay, arremessador de grande sucesso que nunca tinha participado de um jogo de playoff - simplesmente porque era do Toronto, que não vai pra pós-temporada de 1993 - fez uma estreia em grande estilo pelo seu novo time, o Philadelphia Phillies. No primeiro jogo de playoff de sua carreira, Doc - como é carinhosamente chamado pela torcida - arremessou um no-hitter, ou seja, não deixou que o time adversário desse uma rebatida sequer. Pra se ter uma idéia da dificuldade do feito, isso só tinha acontecido uma outra única vez na pós-temporada, há 54 anos atrás. Parabéns pro Doc então, e bom divertimento pra quem curte esporte por aqui.

Marcadores: , , ,

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home