Aumentar aonde?

A cidade de Toronto continua tentando equilibrar suas contas e ver onde pode e onde não pode aumentar os impostos. Recentemente, como falei aqui, a cidade aprovou o orçamento com um aumento de 4% nos impostos residenciais. Mas agora um vereador quer que, ao invés de buscar um aumento nos impostos de todos os cidadãos que têm casa, que o dinheiro que iria para melhoria do transporte público saia de quem usa esse transporte, ou seja, por meio de um aumento nas tarifas. Ele sugere aumentar em 10 centavos cada passagem de ônibus, metrô ou bonde do TTC (sistema de transporte de Toronto). A cidade tem medo de aumentar o preço da passagem, pois algumas pessoas poderiam deixar de usar o sistema devido ao aumento. Com relação à casa, não tem muito que a pessoa possa fazer.

Aumentar as passagens parece mais justo, pois acaba pagando quem usa o sistema. Por outro lado, um aumento de 10 centavos na passagem vai afetar muito mais quem recebe pouco do que aqueles mais endinheirados - algo que um imposto residencial, que é uma porcentagem do valor estimado da residência, leva em consideração (desde que a pessoa não more em uma casa avaliada em um valor muito acima de sua realidade financeira). Alêm disso, quem mora de aluguel e usa transporte público pode se beneficiar mais que outros se o aumento dos impostos não for repassado para o valor do aluguel.

De qualquer forma, uma coisa é certa. Seja de onde vier, o governo já decidiu que precisa aumentar a arrecadação, e a população é quem vai pagar por isso. Resta saber como será feito esse pagamento.

Marcadores: , ,

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home